sadismo sexual

Mas o que é Sadismo Sexual afinal?

Com certeza que enquanto praticante de BDSM sabe que há coisas que tiveram a sua origem tais como o sadismo sexual.

História do Sadismo Sexual

É de conhecimento geral, ou pelo menos dentro dos que aderiram a práticas sexuais menos normais em termos do que a sociedade aprova que o sadismo tem como base a excitação provocada ao ver o sofrimento alheio.

Basicamente, os praticante de sadismo atingem prazer quando humilham outro ou até mesmo têm tesão quando vêem que algo de mal está a acontecer ao próximo.

Em termos sexuais, o chamado de sadismo sexual tem como base o dominador humilhar tanto a nível psicológico como físico o seu escravo sexual, claro que toda esta envolvência é feita com o consentimento de ambos.

O nome de sadismo é originário pelo seu criador, um filósofo francês Donatien Alphonse François de Sade, ou como sempre ficará conhecido na história como o Marquês de Sade. O escritor tem várias obras de sua autoria mas a melhor e mais adequada a este tema será “A Filosofia na Alcova”, que descreve vários romances de cariz sexual dúbio e extremamente prazeroso, aconselhado a ser lido!

Dominação e Submissão

Quando quiser ter experiências sexuais com base no Sadismo terá que saber que este tem como forma de expressão sexual, o Bondage.

Vale tudo, a ideia é imobilizar o escravo sexual, através de amarras, algemas, camisas de forças ou lenços de seda, e a ideia é magoar o escravo sexual com palmadas, chicotes, chinelos entre outros. A sua imobilização cria a ideia de domínio total algo que satisfaz os sadistas e permite-lhes ter controlo total sobre o seu submisso.

Sadismo Sexual e Masoquismo

Por norma os termos acima referidos andam sempre de mão dada, passo a explicar, um sadista é alguém que gosta de magoar o outro e um masoquista é alguém que gosta de dor, quanto maior a dor infligida pelo dominador ou mestre melhor o escravo se irá sentir.

Por isso, quando há sessões sexuais de Sadismo e Masoquismo, quase sempre podemos encontrar duas ou mais pessoas envolvidas que tenham este tipo de preferência sexual.

Sadismo e Sadismo Sexual

Há que ter em conta que os termos referidos são diferentes, pois o Sadismo tem como base o prazer de alguém ficar feliz com a “infelicidade alheia” utilizando apenas termos de caracterização fácil, podendo nem sempre haver situações de cariz sexual e o Sadismo Sexual é o que está a ser apresentado neste artigo, estas sessões sexuais implicam sempre a envolvência de pelo menos duas pessoas, que tenham a certeza que querem experimentar.

Novos Praticantes Sexuais

Todas as experiências sexuais são importantes para a evolução de uma relação sexual, mas há que ter cuidado pois os envolvidos poderão ficar traumatizados caso não saibam no que se vão envolver.

O Sadista poderá humilhá-lo a nível psicológico e também a nível físico de tal forma que poderá vir a ressentir o dominador da experiência sexual, por isso, ambos têm que se pensar se estarão ou não preparados para que tal aconteça.

Deve de haver preparação de ambas as partes, principalmente a nível psicológico e reconhecimento que tudo o que acontecer durante a sessão de sadismo será apenas actuação e nada mais que isso, a escolha de uma palavra de segurança é extremamente aconselhada para que ninguém se sinta demasiado abusado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.